Whatsapp

Matrícula via WhatsApp

Notícias

NAF presta atendimento gratuito para declarações do Imposto de Renda 2021

Núcleo de Apoio Contábil e Fiscal atuará nas terças-feiras, de forma on-line. Saiba o que é preciso

A UniRitter iniciou no mês de março as orientações gratuitas para a declaração do Imposto de Renda Pessoa Física (IRPF 2021). O serviço estará disponível a partir do dia 23 de março e acontece até o dia 27 de abril.

Com a suspensão das atividades presenciais recomendada pelo Ministério da Educação e Ministério da Saúde, os atendimentos previstos para o Projeto Imposto de Renda 2021, realizado anualmente pelo Núcleo de Apoio Contábil e Fiscal (NAF) estará sendo efetuado de forma remota (on-line). O Horário do atendimento será todas as terças-feiras das 14h às 17h, no qual haverá orientação e auxílio no preenchimento das declarações.

Os atendimentos serão prestados gratuitamente por alunos do Curso de Ciências Contábeis, Administração e Gestão Financeira da UniRitter, com supervisão do professor orientador.

“Para que os serviços sejam prestados de forma eficiente entre os alunos, eles passarão pelo curso preparatório online da própria Receita Federal. Até o momento, temos um professor envolvido no atendimento, e cerca de sete alunos. Temos um grupo de alunos voluntários que atendem no modelo virtual, remoto realizado no ambiente de casa, mas sobre o monitoramento do professor Orientador”, explica o professor Fábio Wakamatsu, coordenador do NAF.

Para obter o atendimento do NAF UniRitter os canais de acesso são:

WhatsApp: (51) 980378267

E-mail: [email protected]

Atendimento on-line: terça-feira das 14hs às 17hs, através do Link http://bit.ly/2MCihG6

O que é preciso:

informes de rendimentos de salários, pró-labore, extrato do INSS, pensão, aluguéis, pensão alimentícia, herança, etc.; Informes de rendimentos de instituições financeiras (bancos); Documentos que comprovem a compra e venda de bens e direitos; Informações e documentos de dívidas pagas no período; Dados da conta bancária para restituição ou débitos das cotas de imposto apurado, Endereço atualizado; Título de eleitor; Cópia da última Declaração de Imposto de Renda Pessoa Física (simplificada ou completa) entregue; e ainda Recibos de pagamentos ou informe de rendimento de plano ou seguro saúde (com CNPJ da empresa emissora e a indicação do paciente).

Caso haja, as informações dos dependentes se fazem necessário: Nome, CPF, grau de parentesco e data de nascimento de todos os dependentes de qualquer idade, até de recém-nascidos.

De forma geral, todo contribuinte que recebeu até 31 de dezembro de 2020 renda inferior a R$ 28.559,70 ou se o contribuinte recebeu rendimentos em conjunto com o auxílio emergencial inferior a R$22.847,76 está isento de fazer a declaração, exceto se houve retenção na fonte em algum dos meses. No entanto, portadores de doenças consideradas graves também são isentos. É o caso daqueles que sofrem de: AIDS; câncer; doença de Parkinson; hanseníase; tuberculose ativa; hepatopatia grave; fibrose cística; nefropatia grave; cegueira; cardiopatia grave; esclerose múltipla; osteíte deformante; contaminação por radiação; espondiloartrose anquilosante; paralisia irreversível; e alienação mental.