Whatsapp

Matrícula via WhatsApp

Notícias

29 de janeiro marca o Dia Nacional da Visibilidade Trans

UniRitter promove iniciativas voltadas para a diversidade de gênero

 data-verified=

O Dia Nacional da Visibilidade Trans, comemorado todo 29 de janeiro, marca a luta da população transexual. Enzo Possebon, Egresso do Curso de Direito da UniRitter e pessoa trans, destaca a importância da data na luta por direitos. “Eu acho que, infelizmente, ainda é necessário que tenha uma data para lembrarmos que essas pessoas existem e merecem respeito como qualquer outra”. O advogado ressalta que o Brasil ocupa o 1º lugar no ranking mundial de países que mais mata pessoas travestis e transexuais no mundo.

O trabalho do Núcleo de Assistência Jurídica da UniRitter – SAJUIR atua com a clínica de Gênero e Sexualidade, que tem como objetivo trabalhar na defesa de questões que envolvam a temática. O SAJUIR presta assessoria jurídica para pessoas trans e também atua em parceria com a ONG THEMIS, voltada para a proteção da mulher. O atendimento é gratuito e realizado para qualquer pessoa desde que tenha renda familiar de até três salários mínimos.

“Conhecimento é necessário”, ressalta Enzo “é necessário sempre buscar mais conhecimento para conseguir contribuir para a mudança que a gente quer ver no mundo. Então, de alguma forma, tu tens que contribuir e acredito que uma dessas formas é estudando”, finaliza.


EducaTRANSforma

Em 2019 a UniRitter passou a patrocinar o projeto EducaTRANSforma. O movimento tem como objetivo promover, de forma gratuita, a capacitação profissional para pessoas transgênero (transexuais, travestis, não binários e intersexo) no mercado de trabalho de TI.

 data-verified=

O estudante de TI salienta que a partir desse movimento, muitas conquistas e direitos foram obtidos, “por exemplo, o uso do nome social e a validação da nossa identidade de gênero, mas existem muitas questões que ainda precisam ser debatidas e conquistadas, com muita luta e resistência”.

O Projeto EducaTRANSforma nasceu baseado nas evidências de que a população transgênero encontra-se em situação de desemprego ou subemprego, devido ao preconceito da sociedade com relação às diversas identidades e expressões de gênero. Sendo assim, a proposta contempla a discussão, problematização, contextualização e aprendizagem de conteúdos previstos/vistos no mundo do trabalho buscando capacitar profissionais competentes para resolução de problemas locais e regionais.


SAJUIR

O Núcleo de Assistência Jurídica – SAJUIR atende a população da capital, Canoas e Nova Santa Rita. Confira os locais de atendimento:

- Campus Canoas: Rua Santos Dumont, 888, Bairro Niterói, CEP 92120-110.

- Campus Zona Sul: Atendimento apenas por agendamento prévio nos telefones 3079-9350 / 3230-3380.

- Campus FAPA: Avenida Manoel Elias, 2001, Bairro Passo das Pedras, CEP 91240-261

Horário de atendimento: das 8h às 21h.

Compartilhe: