Whatsapp

Matrícula via WhatsApp

Inquietos

Acadêmicos da UniRitter conquistam prêmio nacional de jornalismo na categoria estudante

A UniRitter ocupou as três primeiras posições da categoria "Estudante" no 14º Prêmio de Jornalismo Massey Ferguson.

As três primeiras colocações da categoria “Estudante” foram ocupadas por acadêmicos da UniRitter no 14º Prêmio de Jornalismo Massey Ferguson. A honraria avaliou trabalhos do Brasil e de vários países da América do Sul, destacando a originalidade, qualidade do conteúdo e abrangência dos temas no setor agrícola.

A estudante da disciplina Jornalismo Ambiental Thuane Liesenfeld conquistou o primeiro lugar com a reportagem “A Vila Nova dos Pêssegos”. A acadêmica abordou a história dos descendentes de italianos que presenciaram a ascensão e a queda da produção de frutas no bairro da zona sul de Porto Alegre, que vem sendo ocupado por empreendimentos imobiliários.


O segundo lugar ficou com Maureci Júnior, com a reportagem “Rio Grande do Sul morde a isca do peixe importado”. E Luiz Henrique Soares ficou na terceira colocação com a matéria “Ceasa é a Bolsa de Valores do abastecimento gaúcho”. Ambos os textos foram produzidos na disciplina de Jornalismo Econômico, com foco na produção agropecuária.


O professor da disciplina de Jornalismo Ambiental da UniRitter, Roberto Belmonte, comenta que as premiações são resultado do que é ensinado em sala de aula, pois o intuito é formar jornalistas conscientes da importância desse tema. “Os problemas ambientais têm aumentado e, em função disso, são cada vez mais tema de pautas dos veículos de comunicação”, diz.


Esse comprometimento com as questões ambientais rendeu à UniRitter o Prêmio José Lutzenberger 2014. Na ocasião, foi a instituição de ensino com mais participações de trabalhos desenvolvidos por alunos.

Compartilhe: