Mestrado em Letras

ONDE CURSAR
Campus FAPA Campus FAPA

Apresentação

O Programa de Pós-Graduação em Letras UniRitter foi recomendado pela CAPES, conforme parecer CNE/CES 165/2006, da Câmara de Educação Superior do Conselho Nacional de Educação, proferidos nos autos do Processo nº 23001.000042/2006-30, do Ministério da Educação, posto em vigor pela Portaria nº 2000, publicada no Diário Oficial da União em 20 de dezembro de 2006.

Linguagem, Interação e Processos de Aprendizagem

Linguagem, Discurso e Sociedade
Estudos sobre a linguagem como prática social, cultural e estética, considerando suas interações com diferentes sistemas semióticos e campos do saber

Linguagem e Aprendizagem
Estudos sobre a linguagem em seus fundamentos epistemológicos, simbólicos e estéticos, considerando a expressão da subjetividade e as mediações nos processos de aprendizagem e de produção do conhecimento.

Geral
Desenvolver bases teórico-metodológicas para a compreensão dos processos de interação e de aprendizagem da linguagem, integrando conhecimentos lingüísticos, literários e pedagógicos que contribuam para a formação de docentes, pesquisadores e profissionais das áreas de Letras, Educação e outras afins.

Específicos
Preparar profissionais da área de Letras e de áreas afins para mediar situações de aprendizagem e de uso da linguagem verbal em diferentes contextos.
Desenvolver conhecimentos sobre os processos de leitura e escrita que permitam compreender a linguagem como fator constitutivo da experiência humana e das possibilidades de significá-la.
Propor e fundamentar análises que contribuam para o estudo da linguagem no contexto das complexas formas de interação do sujeito com a diversidade sociocultural contemporânea.

O egresso do mestrado em Letras é preparado para:

Formar professores/pesquisadores/profissionais que, valendo-se da reflexão sobre aspectos linguísticos e literários da linguagem, atuem como mediadores na construção do conhecimento face à diversidade discursiva constitutiva das interações humanas e sociais.

Formar profissionais docentes, com base na pesquisa, para atuação no ensino superior e na educação básica, capazes de conduzir reflexões críticas e propostas de intervenção que impliquem o conhecimento de aspectos cognitivos, sociais, culturais e estéticos envolvidos nos processos de leitura e escrita.

Compreender as dimensões ética e social da linguagem, promovendo o diálogo, o respeito às diferenças e a construção da cidadania.

Horário 2017

Quintas-feiras, das 19h às 22h40.
Sextas-feiras, das 8h às 11h40 e das 13h30 às 17h10.
Campus Fapa – Av. Manoel Elias, 2001 | Porto Alegre-RS

O Mestrado em Letras terá a duração mínima de 18 meses e máxima de 24 meses. O primeiro ano será dedicado ao cumprimento dos créditos O segundo ano será reservado à elaboração e à apresentação da Dissertação.

24 x R$ 1.668,00

Possibilidade de Bolsas
O Programa de Mestrado em Letras dispõe de bolsas Capes (bolsas integrais; taxas que cobrem o valor da mensalidade e bolsas institucionais de 50%), distribuídas de acordo com regras fixadas em Edital, ao qual os candidatos interessados devem submeter sua candidatura.

Atividades e Eventos

Aula inaugural 2017/1
Morte e Vida da literatura
Prof. Dr. Arnaldo Saraiva, Universidade do Porto/Portugal
Data: 6 de abril de 2016
Horário 19h30min
Local: Auditório prédio 6 – UniRitter/Campus Fapa


Palestra
Hotel Atlântico, de João Gilberto Noll: questões de tradução e cultura
Profa. Dra. Jessica Falconi, Fundação Biblioteca Nacional
Dia: 31 de março
Horário: 9h
Local: Sala 2, Prédio 4


Aula inaugural 2017/2
Mia Couto (a confirmar)
Dia: 31 de agosto
Horário: 19h
Local: Auditório Mater


Cine-Debate
27 de julho
Filme: As sufragistas
Prof. Dra. Sandra Regina Martini Vial (PPG Direito)
17h às 18h30min
Auditório Prédio 6, Campus Fapa


28 de setembro
Filme: Coco Chanel
Prof. Dra. Carla Pantoja (PPG Design)
17h às 18h30min
Auditório Prédio 6, Campus Fapa


24 de outubro
Filme: Ela
Prof. Dr. Eliseo Reategue (PGIE UFRGS)
17h às 18h30min
Auditório Prédio 6, Campus Fapa


14 de dezembro
Filme: Virgem Margarida, de Licínio Azevedo
Ana Maria de Souza (doutoranda PDLet UniRitter/UCS)
17h às 18h30min
Auditório Prédio 6, Campus Fapa


Jornada Pedagógica Interdisciplinar (Programação em breve)
29 DE SETEMBRO
8h30min – 12h
13h30min -17h
LOCAL: Auditório 1, Campus Fapa


Colóquio (Programação em breve)
Perspectivas antropológicas nos estudos de língua e literatura
13h30min -17h / 19h-22h
LOCAL: Auditório 1, Campus Fapa
22 e 23 DE NOVEMBRO


Ciclo de palestras internacionais
Diálogos culturais Brasil-Portugal (aula inaugural)
Ministrante: Maria Aparecida Ribeiro (Univ. de Coimbra)
Data: 23 de março de 2016


Manoel Bomfim e o pensamento sobre o Brasil: a ideia de nação infectada (aula inaugural)
Prof. Dr. Luiz Fernando Valente / Brown University
Data: 16 de agosto de 2016
Horário: 19h30min
Local: Auditório prédio 6


A memória como ruína
Profa. Dra. Leila Lehnen/Univ. Novo México
Data: 8 de setembro de 2016
Horário: 14h
Local: Sala 1-204/ Campus Fapa


Minicursos (15 h/a)
Lexicografia
Ministrante: Prof. Dr. Félix Miranda Bugueño (UFRGS)


Minicurso (15 h/a)
Políticas Públicas de Leitura
Prof. Dr. Wagner Coriolano (bolsista PNPD)
20, 27/10 e 3,10/11
13h30min às 17h10min


Minicurso (15 h/a)
Aspectos da Semântica Argumentativa aplicados à leitura e produção de textos Ministrante: Neiva Maria Tebaldi Gomes (PPGL UniRitter)
5, 12, 19 de maio / 2 e 9 de junho


Seminário aberto
Kafka e o simbolismo da Kabbalah.
Prof. Dr. Charles Kiefer (PPGL PUCRS)
Dia: 27 de maio
Horário: 9h às 12h
Sala 1, prédio 4


Seminário aberto
Etnografia da Leitura
Prof. Dr. Rafael Santos (PDLet UCS)
Data: 7 de outubro
Horário: 9h às 12h
Sala 1, prédio 4


Painel
Linguagens e Tecnologias
Prof. Maria Cristina Biazus (PPGIE UFRGS)
Prof. Ygor Correa (bolsista PNPD PPG Desing)
Prof. Dinorá Fraga (PDLet UniRitter)
Dia: 26 de outubro de 2016
Horário: 19h
Local: Auditório 6


Cine-Debate
Filme: Lucy, de Luc Besson , lançado em 2014.
Doutoranda Alessandra Da Rosa Trindade Camilo (PDLet)
Dia: 31 de março
Horário: 15h às 18h
Local: Auditório do Prédio 6- Campus FAPA


Filme: Língua – Vidas em Português, de Victor Lopes
Prof. Dra. Neiva Tebaldi Gomes (UniRitter)
Dia: 28 de abril
Horário: 15h às 18h
Local: Auditório do Prédio 6- Campus FAPA


Filme: Almanya- Bem-vindos à Alemanha, de Yasemin Şamdereli
Prof. Dra. Marlene Mattes (UFC)
Dia: 19 de maio de 2016
Horário: 15h às 18h
Local: Auditório do Prédio 6- Campus FAPA


Filme: Casa de areia (2005), de Andrucha Waddington
Prof. Wagner Coriolano (bolsista PNPD)
Dia: 30 de junho de 2016
Horário: 15h às 18h
Local: Auditório do Prédio 6- Campus FAPA


Filme: Vida e Verso de Carlos Drummond de Andrade
Dra. Maria do Carmo Campos (UFRGS)
Mediação: Doutoranda Maria Dorothea Barone Franco (UniRitter)
Data: 25 de agosto de 2016
Local: UniRitter-Campus FAPA (Auditório do prédio 6)
Horário: 15h-18h


Filme: Só dez por cento é mentira
Dra. Cláudia Bechara Fröhlich (UFRGS)
Mediação: Doutoranda Ana Sahagoff (UniRitter)
Data: 29 de setembro de 2016
Local: UniRitter-Campus FAPA (Auditório do prédio 6)
Horário: 15h-18h


Fórum de Pesquisa em Letras
15 e 16 de setembro
Mestrandos PPGL e doutorandos PDLet


Oficina
Projetos: construindo o problema de pesquisa
Prof. Dra. Dinorá Fraga
Dia: 15 de setembro
Horário: 13h30min às 15h30min


Oficina
Produção de artigos acadêmicos
Prof. Dr. Cassiano Haag (bolsista PNPD)
Dia: 15 de setembro
Horário: 16h às 18h


Oficina
Texto acadêmico: coerência e estrutura textual e questões de expressão
Profª Neiva M. T. Gomes
Dia: 13 de outubro
Horário: das 15h às 17h


Encontros Temáticos
Coffee and News: conhecendo a mídia internacional (4 encontros)
Fernanda Gruendling e Bruna Helena Rocha (mestrandas PPGL UniRitter)
Dia: 1, 2 de setembro
Horário: 19h


PROJETOS DE EXTENSÃO
Sexta-feira do professor – Encontros com a rede pública de ensino
Convênio com o Instituto Estadual do Livro, IEL/RS. Ao longo do ano, foram realizadas oficinas, com a participação de 112 professores da rede estadual de ensino; 19 alunos da graduação; 4 professores da graduação; 7 professores da pós-graduação; 15 alunos do PPGL.

Aula inaugural
Leituras do espaço a partir dos símbolos da cidade
Prof. Dr. Clemente Herrero Fabregat, da Universidade Autônoma de Madrid.
26 de março de 2015


Minicurso
O discurso corporativo da sustentabilidade: análise dialógica de anúncios publicitários
Ministrante: Prof. Dra. Graziela Frainer Knoll (Pós-Doc/ UniRitter)
20, 21, 22 e 23 de junho de 2015.


Fórum de Pesquisa
Participantes: mestrandos, bolsistas de iniciação científica e professores
Dias 3 e 10 de setembro de 2015


Palestra Cultura, Sustentabilidade Identitária e Responsabilidade Social Investigadora
Prof. Dr. Elias Torres Feijó, Universidade de Santiago de Compostela
19 de outubro de 2015


Minicurso
Literatura como bem e como ferramenta no quadro da cultura: estudo de ideias, grupos e homologias
Ministrante: Prof. Dr. Elis Torres Feijó, Universidade de Santiago de Compostela
20 de outubro de 2015.


Semana do Livro
Atividades: sarau literário, oficina de minicontos, concurso de poesia
Ministrantes: alunos do PPG Letras UniRitter
De 23 a 30 de abril de 2015


Oficina
Corpo e Performance (Semana de Letras)
Ministrante: Luis Lucini (PPGL UniRitter)
26 de novembro de 2015


Oficina de Leitura
Profa. Dra. Neiva Tebaldi Gomes
26 de novembro de 2015


Cine-Debate.
Filme: O contador de histórias
Debatedores: Neiva Tebaldi Gomes (UniRitter) e Ana Sahagoff (PPG Letras)
17 de dezembro de 2015


Cine-Debate. Filme: Dos quadrinhos para a tela: Guardiões da Galáxia
Debatedores: Gilberto Fonseca (PPG) e Rejane Pivetta de Oliveira
29 de outubro de 2015 (quinta-feira)


Semana de Letras - Palestra O amor na literatura
Professor Dr. Cláudio Zanini (Unisinos)
25 de n ovembro de 2015


Comunicações de Pós-Graduação Participantes: mestrandos e doutorandos de programas de pós-graduação
De 21 a 23 de outubro de 2015.


Aula inaugural
A emergência cultural nos estudos linguísticos e literários
Período: 10 abril 2014
Local: auditório prédio D – UniRitter Porto Alegre
Ministrante: Prof. Dr. Elias Torres Feijó – Universidade de Santiago de Compostela
Duração: 3 h/a


Minicurso (15 h/a)
África, Cinema e Narrativa
Período: 1, 2, e 3 de julho de 2014
Local: PPG Letras UniRitter
Ministrante: Profa. Ana Mafalda Leite (Universidade de Lisboa)
Duração: 15 h/a


Minicurso (15 h/a)
Fundamentos do Interacionismo Sociodiscursivo no Desenvolvimento no Humano
Período: 24, 25 e 26 de novembro de 2014
Local: PPG Letras UniRitter
Ministrante: Profa. Dra. Rosalice Botelho Wakim Souza Pinto, do Centro de Linguística da Universidade Nova de Lisboa ( Portugal)
Duração: 15 h/a


Minicurso (15h/a)
Discursos, Imagens, Práticas Culturais e Comunidades Locais
Período: 8, 9 e 10 de abril de 2014
Local: PPG Letras UniRitter
Ministrante: Prof. Dr. Elias Torres Feijó – Universidade de Santiago de Compostela
Duração: 15 h/a


Seminário
Cultura, Tecnologias e Empreendedorismo: tendências na docência e na investigação
Período: 11 se abril de 2014
Local: PPG Letras UniRitter
Ministrante: Prof. Dr. Elias Torres Feijó – Universidade de Santiago de Compostela
Duração: 4 h/a


Palestra
As naus e Terra Papagalli: derrisão e ironia na dessacralização da verossimilhança
Período: 28 de agosto de 2014
Local: PPG Letras UniRitter
Ministrante: Profa. Dra. Jacimara Vieira dos Santos - UFBA
Duração: 2 h/a


Oficina
Organizando Referências com o Mendeley.
Período: 25 setembro de 2014
Local: Laboratório, sala 409C
Ministrante: Renata Santos de Morales - (Mestranda em que? UniRitter)
Duração: 4 h/a


Oficina
Escrita Acadêmica
Período: 16 e 23 de outubro
Local: PPG Letras UniRitter
Ministrante: Profa. Dra. Neiva Tebaldi Gomes
Duração: 8 h/a


PROJETOS DE EXTENSÃO
As atividades de extensão a seguir relacionadas envolvem a participação de doutorandos, mestrandos, bolsistas de IC, bolsistas de extensão e alunos de graduação.

Sexta-Feira do Professor e a Literatura
Coordenadora: Profa. Dra. Regina da Costa da Silveira
Período: Oficinas mensais, de abril a novembro de 2014
Tema: Propostas de ensino interdisciplinar

Projeto Baú de Memórias
Coordenadora: Profa. Dra. Regina da Costa da Silveira
Atividade: Homenagem ao poeta Armindo Trevisan na Tenda da Pasárgada, integrante da programação da 60ª FEIRA DO LIVRO DE PORTO ALEGRE, em novembro de 2014.

Caminhos do Negro em Porto Alegre
Coordenadora: Profa. Dra. Regina da Costa da Silveira
Atividade: passeio histórico-cultural pelos espaços da memória do negro na cidade de Porto Alegre, com a participação de doutorandos, mestrandos, bolsistas de IC e alunos de graduação, em outubro de 2014.


Ciclo de conferências internacionais
A internacionalização da Literatura Brasileira
Ministrante: Dr. Carmen Villarino (Universidade de Santiago de Compostela /Espanha)
Local: UniRitter – Porto Alegre/RS
Data: 04 de junho de 2013


Literatura e Dissidência: Edward Said (1935-2003) And E. L. Doctorow (1931)
Ministrante: Dr. Luiz Fernando Valente (Brown University/EUA)
Local: UniRitter – Porto Alegre/RS
Data: 15 de agosto de 2013


Reconfigurações contemporâneas do ensino da Literatura: problemas e caminhos possíveis
Ministrante: Dr. Cristina Mello (Universidade de Coimbra/Portugal)
Local: UniRitter – Porto Alegre/RS
Data: 05 de setembro de 2013


Exposição
Valentín Paz-Andrade – uma antena galega no Brasil
Curadoria: Dr. Elias Torres Feijó (Universidade de Santiago de Compostela/Espanha)
Local: UniRitter – Porto Alegre/RS
Data: 14 a 28 de agosto de 2013


Minicurso
O Linguista: um estudo de Ferdinand de Saussure
Ministrante: Prof. Dr. Valdir Costa (UFRGS)
Local: UniRitter – Porto Alegre/RS
Data: 10 e 11 de janeiro de 2013
Duração: 15 horas


Seminário
Diálogos com Osman Lins
Ministrantes: Dra. Elizabeth Hazin (UnB), Dra. Maria Beatriz Weigerth (Univ. de Évora/Portugal) e Dra. Renata Requião (UFPel)
Local: UniRitter – Porto Alegre/RS
Data: 18 de janeiro de 2013


Seminário
Encontros e Vivências de Leituras
Ministrantes: Dra. Eliane Yunes (PUCSP) e Dra. Juracy Saraiva (Feevale)
Local: UniRitter – Porto Alegre/RS
Data: 23 de maio de 2013


Palestra
Leituras Orientais na poética de Jorge Luís Borges
Ministrante: Dr. Walter Costa (UFSC)
Local: UniRitter – Porto Alegre/RS
Data: 26 de junho de 2013


Palestra
O 'exótico' e o 'étnico': reflexões sobre a escrita da alteridade
Ministrante: Dr. Rafael José dos Santos (UCS)
Local: UniRitter – Porto Alegre/RS
Data: 17 de outubro de 2013


Seminário
Delineamento de projetos de pesquisa
Ministrante: Prof. Dr. José Roberto Goldim (HCPA, UFRGS, PUCRS e UniRitter)
Local: UniRitter – Porto Alegre/RS
Data: 27 de agosto de 2013
Objetivo: tratar das diversas metodologias de pesquisa


Seminário
Internacionalização da pesquisa
Ministrante: Dra. Elizabeth Obino Cirne-Lima (UFRGS)
Local: UniRitter – Porto Alegre/RS
Data: 16 de setembro de 2013


Seminário
O papel da Capes na formação de recursos humanos de alto nível para o desenvolvimento nacional
Ministrante: Dr. Jorge Almeida Guimarães (Diretor da Capes)
Local: UniRitter – Porto Alegre/RS
Data: 25 de novembro de 2013


Oficina
Capacitação para a utilização da Plataforma Brasil
Ministrante: Anderson Felipe Ferreira
Local: UniRitter – Porto Alegre/RS
Data: 03 de junho de 2013


Oficina
Ferramenta Mendeley
Ministrante: Doutorando Lucas França Garcia (UFRGS)
Local: UniRitter – Porto Alegre/RS
Data: 16 de junho de 2013


Oficina
Escrita acadêmica – produção do memorial descritivo
Ministrante: Dr. Neiva Tebaldi Gomes (UniRitter)
Local: UniRitter – Porto Alegre/RS
Data: 14 de novembro de 2013


PROJETOS DE EXTENSÃO
As atividades de extensão a seguir relacionadas envolvem a participação de doutorandos, mestrandos, bolsistas de IC, bolsistas de extensão e alunos de graduação.

10ª Sexta-Feira do Professor – Encontros com a rede pública de Ensino
Coordenadora: Profa. Dra. Regina da Costa da Silveira
Período: Oficinas mensais, de abril a novembro de 2013

Estrutura Curricular

A disciplina discute as origens da linguagem, enfatizando suas relações com o mito, a experiência e o conhecimento. Analisa a dimensão performática da linguagem, assinalando elementos de dissonância e resistência ao regime da representação.

Estudo da origem da função simbólica e dos processos de pensamento como condição da linguagem humana, considerando a estruturação psíquica e a aprendizagem do sujeito. Análise dos mecanismos básicos implicados nas relações entre pensamento, linguagem e aprendizagem.

A intersubjetividade literária. A natureza anímica na imaginação criadora do poeta. A linguagem literária e a diversidade de discursos: a palavra poética como canto, enigma, silêncio: dizer/cantar. A literatura nas suas modalidades de escrita, leitura, interação, aprendizagem. A experiência subjetiva e coletiva historicamente potencializada pela literatura como memória, invenção, documento e resistência.

Estudo da leitura como processo de interação, baseado em atos e efeitos de comunicação entre leitor e texto. Dimensões de produção, mediação e de recepção de obras literárias, produzidas em diferentes contextos.

A disciplina propõe a reflexão sobre a literatura como instituição social, analisando as interações entre processos culturais e repertórios estéticos, formas de produção, recepção e circulação das obras.

A cultura escrita em diferentes tempos e espaços. Contexto da produção da escrita e da leitura. Portadores de texto em diferentes culturas. Imbricamento entre os conceitos de letramento e de alfabetização.

Estudo de diferentes concepções de interação e de aprendizagem, ancorado em abordagens interacionistas e histórico-culturais, enunciativas e sociodiscursivas, com ênfase no processo de constituição da (inter)subjetividade professor/aluno.

Estudo da produção, mediação e recepção da literatura no contexto da cultura digital, enfatizando a hipertextualidade e as relações entre as diferentes linguagens.

A disciplina aborda a linguagem pela perspectiva dos gêneros discursivos e reflete sobre processos de interação que se efetivam na produção de leitura e de escrita. Estuda a heterogeneidade discursiva como categoria que reflete a dinâmica da construção e reconstrução dos sentidos nas práticas sociais.

Estudo das teorias de aquisição, evolução e uso da linguagem e da sua relação com a cultura. Panorama geral sobre a aquisição de segunda língua (L2) /língua estrangeira (LE).

Estudo das inter-relações da literatura no horizonte de conceitos e pressupostos da literatura mundial. A questão dos contextos de produção (e de circulação). Culturas centrais e culturas periféricas. O global e o local. Aspectos dos contextos de produção da literatura no Brasil-Colônia, no modernismo e no período da ditadura militar, considerando-os como três momentos irradiadores no sistema literário.

A disciplina aborda a relação linguagem e argumentação a partir de duas vertentes teóricas distintas: da Semântica Argumentativa que decorre de estudos de Oswald Ducrot (a argumentação linguística) e de uma Análise Discursiva que foca estratégias de organização do discurso, segundo Patrick Charaudeau (a argumentação retórica). Fenômenos como pressuposição, subentendido, implícitos, polifonia linguística e outros recursos/estratégias constituem tema de estudo e categorias de análise textual, visando à identificação de marcas linguísticas da intencionalidade no discurso.

Relação entre língua e sociedade. Estudo da diversidade linguística e suas relações com as dimensões internas e sociais da língua; das características que diferem os estados de variação estável e mudança linguística; da relação entre a diversidade social e os processos de variação e mudança. Identidade linguística e Políticas Linguísticas.

Percurso dos estudos linguísticos, de Saussure às teorias enunciativas e discursivas. Estudo de algumas das correntes teóricas que contemplam relações entre linguagem, contexto e subjetividade, com particular interesse naquelas que têm como foco o reconhecimento de formas linguísticas usadas como recursos a serem mobilizados para fins interacionais em processos discursivos situados.

Abordagem intertextual das literaturas de língua portuguesa; relações entre manifestações culturais de diferentes contextos, Brasil, Portugal e ex-colônias africanas, verificando-se a presença da oralidade e das tradições populares na construção das identidades.

Estudo de princípios básicos da redação e do gênero acadêmico. Análise, produção e reescrita de artigo e ensaio.

A concepção de pesquisa para produção do conhecimento acadêmico. A construção do objeto da investigação como um construto intelectual, delimitado a partir de abordagens socioculturais e epistemológicas. A elaboração do projeto de pesquisa e o desenvolvimento da pesquisa como decorrência de arranjos interpretativos que evidenciam relações construídas pelo sujeito investigador na relação com a realidade investigada. O desenho da pesquisa procurando a eficiência e a utilidade dos resultados.

A estrutura curricular compõe-se ainda de SEMINÁRIOS INTERDISCIPLINARES (2 créditos), propostos anualmente, tendo em vista ofertas diversificadas e atualizadas de estudos.

Docentes

Coordenação

Rejane Pivetta de Oliveira
Doutora em Letras/Teoria da Literatura (PUCRS); Pós-doutorado Univ. Santiago de Compostela, Espanha
Contato: repivetta@uniritter.edu.br


Coordenação adjunta

Mariana Giacomini Botta
Doutora em Linguística e Língua Portuguesa (UNESP-Araraquara) e em Ciências da Linguagem (Université Sorbonne Nouvelle Paris 3); pós-doutorado Université de Montréal, Canadá
Contato: mariana_botta@uniritter.edu.br


Permanentes

Dinorá Moraes de Fraga
Doutora em Letras/Linguística (USP)
Contato: dinora_fraga@uniritter.edu.br


Mariana Giacomini Botta
Doutora em Linguística e Língua Portuguesa (UNESP-Araraquara) e em Ciências da Linguagem (Université Sorbonne Nouvelle Paris 3); pós-doutorado na Université de Montréal, Canadá
Contato: mariana_botta@uniritter.edu.br


Neiva Maria Tebaldi Gomes
Doutora em Letras/Linguística (UFRGS/ Uiversità degli studi di Roma Tre)
Contato: neiva_gomes@uniritter.edu.br


Noeli Reck Maggi
Doutora em Educação (UFRGS)
Contato: nrmaggi@uniritter.edu.br


Regina da Costa da Silveira
Doutora em Letras/Estudos Literários (UFRGS); Pós-Doutorado UFRJ
Contato: regina_silveira@uniritter.edu.br


Raquel Bello Vazquez
Doutora em Filologia Galega (Universidade de Santiago de Compostela); Pós-doutorado Universiteit van Amsterdam, Holanda.
Contato: raquel_vazquez@uniritter.edu.br


Rejane Pivetta de Oliveira
Doutora em Letras/Teoria da Literatura (PUCRS/Univ. Santiago de Compostela); Pós-doutorado Univ. Santiago de Compostela, Espanha
Contato: repivetta@uniritter.edu.br


Valéria Silveira Brisolara
Doutora em Letras/Línguas e Literaturas Estrangeiras Modernas (UFRGS)
Contato:valeria_brisolara@uniritter.edu.br


Pesquisa e Produção

Linha de Pesquisa: Linguagem, Discurso e Sociedade

Literatura e Leitura como práticas culturais: pressupostos críticos (2014 - Atual)
Responsável: Prof. Dr. Rejane Pivetta de Oliveira
Descrição: Este projeto propõe a investigação de práticas de leitura do texto literário em distintas comunidades interpretativas (Fish, 1980): a acadêmica, conforme se mostra na produção de artigos e resenhas em periódicos científicos da área de literatura; a jornalística, conforme se manifesta em matérias e resenhas de obras literárias, publicadas em jornais de grande circulação; por fim, a de leitores participantes da rede social colaborativa brasileira denominada Skoob (http://www.skoob.com.br/). A partir do establecimento de um corpus representativo de manifestações críticas dos leitores de cada uma dessas comunidades, propomos identificar os pressupostos que orientam a leitura dos textos literários, com vistas a aportar elementos que contribuam para a reflexão sobre diferentes concepções de literatura e de leitura/interpretação. Este trabalho apoia-se, teoricamente, na articulação entre os estudos da recepção (Fish, 1980, 1999; Hirsch, 1978, 1967; Holland, 1975; Iser, 1996, 1999); a abordagem antropológica da leitura, considerando as práticas efetivas de comunidades leitoras específicas (Livingston, 1995; Schwab, 1996); a análise sistêmica dos fenômenos culturais (Bourdieu, 2011, 2003, 1996; Even-Zohar, 2005, 2003; Williams, 2008, 1983, 1989). O levantamento e a análise dos dados estão orientados pelas seguintes questões: a) Que livros mobilizam a leitura dos leitores das distintas comunidades? b) Quais são os fatores de identificação e reconhecimento característicos dos modos de leitura? c) Que elementos de juízo e gosto são manifestados pelas comunidades leitoras? d) Que interferências culturais se manifestam nas práticas de leitura? A pesquisa espera contribuir para o delineamento de uma concepção de leitura como prática social e cultural que não prescinde da análise dos modos particulares de significação dos textos.
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa

Literatura marginal periférica: novas estratégias culturais de produção da leitura
Responsável: Prof. Dr. Rejane Pivetta de Oliveira
Descrição: Os modos de produção, circulação e recepção da literatura marginal periférica produzida contemporaneamente no Brasil estabelecem novos modos de leitura, para além de categorias e critérios exclusivamente literários, tais como literariedade, ficcionalidade, autoria, entre outros. A partir desse escopo, o presente projeto indaga sobre os significados e funções que a literatura assume nos escritos da periferia. A análise do corpus busca articular a forma literária às condições e práticas culturais e cotidianas que tomam parte do modo de existência das obras. A metodologia caracteriza-se, assim, por uma abordagem cultural, material e sistêmica da literatura, com base em contribuições teóricas de autores como Pierre Bourdieu, Raymond Williams e Itamar Even-Zohar.
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.

Literatura, imaginação criadora e concepções da natureza: animismo, ciência e sociedade (2014 – Atual)
Responsável: Prof. Dr. Regina da Costa da Silveira
Descrição: O projeto de pesquisa intitulado Literatura, imaginação criadora e concepções da natureza: animismo, ciência e sociedade tem seus pilares construídos sobre propostas de ensino que vêm se desenvolvendo junto a disciplinas do Curso de Letras UniRitter, a saber, graduação, pós-graduação lato sensu, PPG Mestrado e Doutorado. Suas leituras e análises constituíram, de 2005 a 2013, corpus de análise para as oficinas desenvolvidas no Projeto de Extensão Sexta-feira do Professor no UniRitter, em especial, as que tiveram mestrandos do PPG Letras como ministrantes. O objetivo geral deste projeto de pesquisa é analisar obras literárias, de modo especial à luz do conceito de animismo; a justificativa resume-se na necessidade de desestabilizar as oposições que regeram as discussões acerca do termo, restrito ao pensamento primitivo em suas definições originais, para localizá-lo nas discussões recentes, sob a ótica que desestabiliza oposições, tais como, primitivo-civilizado, colonizador-colonizado, classe hegemônica e indivíduo subalterno. Para o desenvolvimento da pesquisa, parte-se da teoria do animismo anterior ao século passado com Wilhelm Dilthey, passando pelas indispensáveis contribuições de Sigmund Freud e dos que o precederam, para alcançar o século presente, com a teoria animista, reverenciada na produção literária do angolano Pepetela e no ensaio crítico do sul-africano Harry Garuba.
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.

Poéticas da vivência em leitura: imaginação criadora e animismo (2012 – Atual)
Responsável: Prof. Dr. Regina da Costa da Silveira
Descrição: Neste projeto de pesquisa, argumento que a imaginação criadora e a vida anímica do poeta são questões fundamentais para uma introdução à leitura crítico-teórica do texto literário. Proveniente da teoria e da técnica do drama grego, a Poética, de Aristóteles, alicerçou desde cedo os estudos literários com base no princípio da imitação. A essa fundamentação objetiva, sobrepuseram-se os subjetivistas dos tempos modernos, com a metafísica do belo, acentuando a criação de um mundo novo, acima da realidade vulgar. Frente às duas correntes, posiciona-se Wilhelm Dilthey (1833-1911), cuja investigação dos processos de criação e gozo estético ocorre mediante análise objetiva e histórica das criações artísticas. Na teoria aristotélica, Dilthey rechaçou a limitação de seu horizonte histórico que compromete a validade geral de seus princípios; frente à segunda, em acordo com a inclinação subjetivista, não compactuou, entretanto, com os princípios da metafísica, apoiados no antagonismo dos sistemas e na possibilidade de chegar a decisões definitivas nesse terreno. Segundo o filósofo alemão, a poética deverá apoiar-se na experiência e prestar atenção a sua dupla face: a vida anímica e a obra de arte. Com a leitura do livro Poética La imaginación del poeta. Las três épocas de la estética moderna y su problema actual (Losada, 1945)de Dilthey, o presente projeto não descarta em hipótese alguma a fundamentação teórica do consagrado estagirita grego; aproveita antes a discussão crítica do filósofo alemão para elucidar os termos conceituais que se relacionam com a vida anímica e com a imaginação criadora. Anote-se desde este resumo que poesia será termo empregado no projeto e na pesquisa não somente como a arte de compor versos, mas como a arte do fazer literário, em texto oral ou escrito, em prosa ou em verso. Com valor estético e com uma visão emocional e ou conceitual na abordagem das ideias, o texto poético será examinado como expressão da visão de mundo e dos estados de alma do poeta, expressos quase sempre por associações imagéticas. Em acordo com o estudo teórico-conceitual, o projeto tem a leitura como eixo norteador, com o exame crítico de obras literárias em prosa e verso de autores dos países de língua portuguesa do período pós-colonial e do indiano Tagore (Nobel de Literatura 1913), traduzido para o português. Nesse intento, serão observadas ideias vinculadas a projetos anteriores, relacionadas aos conceitos de imaginário e de imaginação (BELINSKY, 2007), de mito e de linguagem (GRASSI, 1968), de cultura e de multicuralismo (HALL, 2003; MCLAREN, 2000), de barbárie e de condição humana (DELPECH, 2006 e ARENDT, 2009), entre outros. RESULTADOS PARCIAIS: Atrelado este Projeto à Extensão, as oficinas da Sexta-feira d@ professor@ servem-se de ideias e bibliografias do projeto de pesquisa que vem sendo desenvolvido em suas ideias, propostas e ou referências de modo especial na graduação, no mestrado e também no doutorado em Letras. Derivam deste Projeto artigos publicados em Congressos, em Revista e capítulo de livro.
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.

Questões de Autoria e Leitura: Novas Abordagens (2014 – Atual)
Responsável: Prof. Dr. Valéria Silveira Brisolara
Descrição: O presente projeto de pesquisa configura-se como um desdobramento e uma sequência de projetos anteriores. Há poucos estudos enfocando a autoria a partir de uma perspectiva transdisciplinar, que estabeleça uma relação entre a perspectiva literária e a linguística, recorrendo a aporte teórico de ambas as áreas, o que poderia enriquecer os estudos sobre autoria. As pesquisas realizadas mostram que as concepções de autoria variam, pois a autoria é um construto e essas concepções são intimamente ligadas a fatores sociais, históricos e culturais. Assim, como as condições de produção e circulação de discursos têm se modificado com o advento de novas tecnologias e o espaço digital, com a rede eletrônica propiciando novas formas de interação e de circulação discursiva, parece haver uma reconfiguração das práticas de escrita e leitura e da autoria. A questão da autoria é problematizada através de inúmeros fenômenos como autoria na rede eletrônica e redes sociais, autoria coletiva e colaborativa, coautoria, ghost writing, plágio, livros espíritas ou psicografados, etc. Entretanto, ainda há um número ínfimo de trabalhos que discutam questões relacionadas a esses fenômenos, principalmente no Brasil. Nesse cenário, o objetivo deste projeto é abordar a questão da autoria, através de vários fenômenos contemporâneos, a partir de uma perspectiva transdisciplinar.
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.

Leitura, Tradução e Autoria (2014 – Atual)
Responsável: Prof. Dr. Valéria Silveira Brisolara
Descrição: Este projeto é uma continuação do projeto Tradutor, leitor, autor: a tradução como leitura e exercício autoral que investigava as relações entre leitura, tradução e autoria. Nessa perspectiva, a tradução é vista tanto como um processo quanto como o resultado desse processo. No entanto, a atividade tradutória baseia-se em uma leitura. O tradutor é leitor e autor ao mesmo tempo. Nesse cenário, pretende-se aprofundar as investigações sobre a tradução como leitura e, ao mesmo tempo, exercício autoral. A fim de atingir esse objetivo, em um primeiro momento, é feita uma revisão do estado da arte sobre as relações entre autoria e tradução, enfatizando questões que envolvam leitura e autoria. Posteriormente, está prevista a análise comparativa de diferentes traduções para a língua portuguesa de obras literárias escritas em língua inglesa, a fim de evidenciar as relações entre leitura, tradução e autoria.
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa

Leituras, consumos culturais efetivos e estudos literários: mudanças sociais e efeitos acadêmicos
Responsável: Prof. Dr. Valéria Silveira Brisolara
Resumo: O projeto propõe analisar quais são os produtos culturais efetivamente consumidos, os modos de consumo desses produtos e o papel da literatura nesse processo através de um estudo de caso em duas fases. Na primeira, serão estudadas fontes secundárias sobre práticas e sobre consumos culturais1 no Brasil2; na segunda procederemos a realizar a identificação de núcleos estratégicos de discussão e difusão de crítica cultural não profissional (clubes de leitura, sites e foros na internet). Para esta segunda fase serão identificadas duas áreas geográficas de Porto Alegre diferenciadas quanto ao perfil socioeconômico e demográfico da sua população.

Linguagem, informação e comunicação: a construção de sentidos na mídia
Responsável: Profa. Dra. Mariana Botta
Resumo: Projeto que se propõe a observar, descrever e debater os mecanismos linguísticos e discursivos que são acionados na produção comunicativa, numa tentativa de mostrar como as categorias da língua são colocadas em cena no quadro das produções textuais e discursivas, de modo a participar e determinar a construção de sentidos na mídia. Espera-se proporcionar a reflexão a respeito da importância das ciências da linguagem no contexto da comunicação e de sua influência na estrutura da comunicação como ciência. Através da análise de diferentes mensagens, a comunicação será estudada a partir dos elementos da linguagem que se combinam de acordo com o contexto do enunciado e da enunciação..


Linha de Pesquisa: Linguagem e Aprendizagem

A mediação do professor e a criatividade nas produções dos alunos dos anos iniciais do ensino fundamental (2014 – Atual)
Responsável: Prof. Dr. Noeli Reck Maggi
Descrição: O presente estudo investiga as formas de mediação do professor na proposição de atividades docentes e a criatividade nas produções dos alunos dos anos iniciais do ensino fundamental. Esta pesquisa busca nos estudos realizados pelos teóricos da psicologia e da educação conceitos e princípios que fundamentam a complexidade do tema sobre o desenvolvimento e aprendizagem da criança. O processo de interação entre sujeito e objeto pode ser mediado por instrumentos e recursos de modo a possibilitar a aprendizagem com criatividade. O significado e o sentido atribuídos aos objetos e situações são fenômenos relacionados às funções mentais superiores e se desenvolvem com os dispositivos da mediação através da linguagem. Esta pesquisa será abordada tendo como referencial de base as teorias interacionistas como a de Perret-Clermont, com abordagem histórico-cultural como a de Vigotsky, Wertsch, Luria e Leontiev. São considerados como objeto de estudo nesta pesquisa a criatividade nas produções escritas dos alunos dos anos iniciais do ensino fundamental e as propostas de atividades mediadas pelos professores.
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.

Recursos de mediação e aprendizagem
Responsável: Prof. Dr. Noeli Reck Maggi
Resumo: Este projeto tem por objetivo investigar os dispositivos utilizados pelos professores como mediadores no trabalho junto aos alunos que estão em processo de formação no conhecimento da língua. Dispositivos referem-se aos instrumentos materiais e imateriais, físicos e humanos utilizados pelo mediador em situação de ensino como: mapas, textos, filmes, propostas de atividades, produções escritas e verbais. A mediação estabelecida pelo professor em situação de ensino pode gerar, através de recursos e instrumentos apropriados, um ato compartilhado em que as produções decorrentes desse encontro resultem em registros de apropriação de conhecimento com significado e sentido tanto para o docente quanto para o aluno. Essa interação mediada é valorizada tanto por Vygotsky e seus contemporâneos como Luria e Leontiev, quanto por intérpretes como James Wertsch, Gordon Wells e Oliveira. O tema da mediação, da intermediação, das trocas e das relações interpessoais está presente em toda condição humana como também transversaliza as questões da aprendizagem e do desenvolvimento, caracterizando-se como objeto de discussão em diferentes orientações teórico-metodológicas. Esta pesquisa se fundamenta nas teorias interacionistas como a de Perret-Clermont, com abordagem históricocultural e em Vigotsky, Wertsch, Luria e Leontiev, para investigar sobre propriedades da mediação e efeitos no processo de internalização com apropriação pelos alunos. São considerados como objeto deste estudo as representações de poder e de autoridade simbólicos dos recursos e instrumentos de mediação bem como as possibilidades de internalização dos conteúdos com apropriação, pelos alunos, na aprendizagem de língua.

Aspectos semióticos e linguísticos do hipertexto numa comunidade virtual de conhecimento (2013 – Atual)
Responsável: Prof. Dra. Dinorá Fraga
Descrição: O objetivo teórico deste estudo consiste em estender a problemática da arquitetura interna dos textos (cf Bronckart,1997, 2002,2004) ao estudo do hipertexto, em ambiente digital, na constituição e desenvolvimento de uma comunidade conhecimento, formada por professores de escolas públicas municipais da cidade de Santa Maria. Serão estudados dois aspectos: sequência não linear dos textos verbais e não verbais e a presença do sujeito, através da emoção, como aspecto cognitivo e linguístico de hipertextos. Entende-se que todo o texto procede de um ato material de produção humana, estando, então, as ações linguageiras, inter-relacionadas a um conjunto de significações sociais, cognitivas e culturais. Torna-se necessário um dispositivo de descrição linguística e semiótica que dê conta de como sujeitos semióticos e linguísticos se constituem como linguagem, em um hipertexto.
Situação: Em andamento.
Natureza: Pesquisa.

A Escrita na Tela (2013 – Atual)
Responsável: Prof. Dra. Dinorá Fraga
Descrição: Estudo de aspectos linguísticos e semióticos dos textos verbais e não verbais, a partir do conceito de sincretismo.
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.

Construção da argumentatividade no texto acadêmico: contribuições da Semântica Argumentativa (2013 – Atual)
Responsável: Prof. Dr. Neiva Maria Tebaldi Gomes
Descrição: Este projeto tem como tema o discurso científico: estudos linguísticos e análise de textos. Com o estudo teórico, visa ao aprofundamento da teoria desenvolvida por Oswald Ducrot, Marion Carel e seus colaboradores, no âmbito da Semântica Argumentativa. Trata-se de estudos que oferecem um aparato para a descrição das relações argumentativas que se estabelecem em diferentes níveis linguísticos. Para ampliar a compreensão da teoria, além da participação nos seminários desenvolvidos por Marion Carel e Oswald Ducrot, na "Ecole des Hautes Études en Sciences Sociale", de fevereiro a abril, faz-se um reestudo dos princípios saussurianos. Com esse suporte objetiva-se transformar elaborações teóricas em subsídios que possam contribuir para a explicitação da argumentatividade do texto acadêmico/científico (artigos, monografias, dissertações e teses). Artigos científicos, selecionados aleatoriamente dentre os publicados em revistas e livros reconhecidos no meio acadêmico como de boa qualidade, constituem o corpus de análise e exemplificação.
Situação: Em andamento.
Natureza: Pesquisa.
Número de produções C, T & A: 3 / Número de orientações: 7

Processos de desenvolvimento da leitura e da escrita: da teoria às práticas escolares de linguagem (2012 – Atual)
Responsável: Prof. Dr. Neiva Maria Tebaldi Gomes
Descrição: Este projeto de pesquisa investiga práticas escolares de linguagem voltadas ao desenvolvimento da leitura e da escrita escolar nas séries finais do Ensino Fundamental e desenvolve-se em duas etapas: uma teórica, que visa ao aprofundamento de estudos relativos a processos de letramento; outra, empírica, que busca identificar, junto a professores da educação básica, projetos, experiências e estratégias de mediação de atividades voltadas ao desenvolvimento de habilidades de leitura e de escrita do texto verbal. Para levantamento e análise do corpus, conta-se com a participação de mestrandos e doutorandos cujos projetos se articulam com esta pesquisa (a da orientadora), além de 1 bolsista de Iniciação Científica. A coleta de dados se efetua por meio de entrevistas, relatos e narrativas, instrumentos que encontram aporte na pesquisa narrativa, mais especificamente em estudos de D. Jean Claudinin e F. Michael Connelly pioneiros nessa modalidade investigativa. Trata-se de uma metodologia que tem conseguido notoriedade por sua potencialidade na captura de dimensões humanas que não podem ser quantificadas como fatos áridos e dados quantificáveis. A pesquisa teórica busca apoio no Interacionismo Sociodiscursivo, corrente da linguística aplicada que integra ideias de Vigotski e de Bakhtin e tem como representantes, entre outros, pesquisadores da Faculdade de Psicologia e Educação da Universidade de Genebra: Bronckart, Joaquim Dolz, Bernard Schneuwly. Para explicar a significação que palavras e frases constroem quando utilizadas por seres humanos para se comunicarem, apoia-se na Semântica Linguística, criada por Oswald Ducrot. Com a análise qualitativa dos dados empíricos objetiva-se inferir implicações pedagógicas que possam contribuir para o desenvolvimento de habilidades de leitura e de escrita, entendidas aqui conforme especificação nos Parâmetros Curriculares Nacionais e nas matrizes de referências criadas pelo sistema Nacional da Avaliação da Educação Básico (SAEB), que define descritores para orientação do ensino da leitura e da escrita. Com o estudo teórico, visa-se à sistematização e à socialização de conhecimentos voltados às práticas pedagógicas de leitura e de escrita.
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. Alunos envolvidos: Graduação: (1) / Mestrado acadêmico: (3) / Doutorado: (5).

O Agir em linguagens
http://dgp.cnpq.br/dgp/espelhogrupo/7983450461869082
Líder: Prof. Dra. Dinorá Fraga

Estudos de literatura na cultura: relações entre ética, estética e política
http://dgp.cnpq.br/dgp/espelhogrupo/8802367435315205
Líder: Rejane Pivetta de Oliveira

Grupo Escrita na Tela
http://dgp.cnpq.br/dgp/espelhogrupo/1797290833862173
Líder: Dinorá Fraga

Grupo Interdisciplinar de Pesquisa em Educação, Cultura e Sociedade
http://dgp.cnpq.br/dgp/espelhogrupo/2783318203418103
Líder: Noeli Reck Maggi

Imaginação criadora na constelação conceitual do animismo
http://dgp.cnpq.br/dgp/espelhogrupo/9870862061056426
Líder: Profa. Dra. Regina Silveira

Estudos de Autoria e Tradução
http://dgp.cnpq.br/dgp/espelhogrupo/3178328061729731
Líder: Prof. Dra. Valéria Brisolara

Apresentação

O Centro configura-se como espaço de formação interdisciplinar de estudantes de graduação e pós-graduação, centrando suas atividades na interação entre três eixos:
- as linguagens, em suas múltiplas manifestações, como elemento constitutivo da comunicação, de desenvolvimento de capacidades criativas e de atuação social;
- as culturas, concebidas como práticas, manifestações, produtos e significados produzidos por diferentes grupos e comunidades humanas;
- as tecnologias, conjunto de ferramentas, técnicas e recursos com vistas à produção de alternativas inovadoras para resolução de problemas.

O Centro organiza-se na forma de laboratórios, que comportam diversas atividades, tais como disciplinas, cursos, seminários, oficinas, viagens de estudo, etc., privilegiando a reflexão teórico-metodológica e o desenvolvimento de projetos, materiais e produtos com potencial de transferência e aplicabilidade social, cultural e educacional. Para os laboratórios convergem atividades derivadas dos projetos de pesquisa do Programa, dos Grupos de Pesquisa e do trabalho acadêmico integrado a diversas áreas e níveis de ensino. Os Laboratórios do Centro Interdisciplinar Linguagens, Culturas e Tecnologias compõem, portanto, a estrutura da pesquisa do PPG Letras UniRitter, com caráter marcadamente interdisciplinar, capaz de congregar diferentes níveis de ensino e áreas do conhecimento, tanto internamente à instituição, como em termos de parcerias interinstitucionais.


Laboratório de Linguagens, Cultura Digital e Criatividade
Ocupa-se de produtos construídos em linguagem e em ambiente digitais: construção de narrativas com jogos (hiperficção, narrativas multirramificadas, minicontos); ensino e aprendizagem de línguas em plataformas digitais; gêneros hipertextuais; letramento digital; redes sociais; jogos digitais e demais produtos de entretenimento; produtos envolvendo processos de inclusão digital para o desenvolvimento humano.

Laboratório Contextos, Imaginários e Práticas Culturais
Promove estudos e atividades voltados à análise das experiências estéticas da linguagem, no contexto das práticas de produção, recepção e circulação cultural, próprias da sociedade contemporânea. Análises sobre práticas de leitura, produtos e consumos culturais; preparação de roteiros turísticos com interesse literário, histórico e arquitetônico; atividades que visem à preservação da memória cultural, da identidade e do meio ambiente natural entre as comunidades e abordagens antropológicas da cultura congregam as ações do Laboratório.

Laboratório de Análises Linguísticas, Tradução e Produção Editorial
Desenvolve estudos sobre léxico e gêneros discursivos; atividades de preparação de originais para publicação; edição de livros e periódicos; revisão e elaboração de materiais de divulgação científica (sites, folders, cartazes, portfólio, material didático). O Laboratório promove ainda cursos e oficinas sobre edição, história do livro e práticas de tradução.

Laboratório de Práticas de Ensino e Aprendizagem
Propõe oficinas e mesas de discussão sobre processos de aprendizagem e de ensino com vistas à melhoria das práticas educacionais e do uso de diferentes linguagens em espaços educativos formais e não formais. Trata-se de um laboratório interdisciplinar que visa prestar suporte pedagógico a docentes de distintas áreas de conhecimento.

Laboratório de Escrita Acadêmica, Metodologias e Softwares de Pesquisa
Oferece oficinas e atividades que visam ao desenvolvimento da escrita acadêmica, condição para a construção e sistematização do conhecimento científico (artigos, monografias, dissertação, tese, resenha, memorial). Também orienta o delineamento de metodologias e o uso de ferramentas informáticas de apoio à pesquisa.

DINORÁ FRAGA

Para uma epistemologia da teoria dos sistemas complexos: implicações para os estudos linguísticos.
Elementos para a pesquisa linguística centrada no agir, no pensamento e no sentimento pelo ISD.
Blog: suporte jornalístico.
A relaçao pensamento,ação e emoçao no hipertexto: uma perspectiva para o ISD.


MARIANA GIACOMINI BOTTA

Estudo lexical dos nomes de sintomas e de doenças nos séculos XVII e XVIII: Comparação entre o português e o francês
História dos nomes de doces em português: elementos para a revisão dos étimos e para um estudo lexical diacrônico (a partir da página 187)
A guerra no século XVIII: um estudo lexical em perspectiva discursiva
Cotexto e coocorrência: noções para a análise do sentido lexical em perspectiva discursiva (a partir da página 129)
Novos gêneros do jornalismo on-line: análise de portais e sites brasileiros


NEIVA TEBALDI GOMES

Análise de uma crônica-reportagem à luz da teoria da Argumentação na Língua
Subversão da moral de uma velha fábula: um estudo da argumentação construída no intertexto (artigo em coautoria)
O agir comunicativo em linguagem não verbal (artigo em coautoria)
Herança Saussuriana: contribuições para a formação do professor de língua
La Enseñanza de Lengua(s) bajo la Perspectiva de la Práctica Social del Lenguaje


NOELI RECK MAGGI

A ação mediada na perspectiva do interacionismo histórico-cultural como perspectiva didática no ensino da língua.
As emoções e o sujeito psicológico na perspectiva histórico-cultural.
A relação pensamento, ação e emoção no hipertexto: uma perspectiva para o ISD.
O homem na cultura: reflexões a partir da literatura e da psicanálise.
O realismo animista em Calendário do Medo de Carlos Carvalho.


PROF. RAQUEL BELLO VÁZQUEZ

Elite Female Authors in the Field of Power in Eighteenth-Century Portugal: Epistolary Writing as Part of a Political Strategy.
A existência de uma comunidade luso-galega como elemento afetivo nas visitas a Santiago de Compostela procedentes de Portugal. Primeiros resultados através de inquéritos quantitativo-qualitativos.
Temporary poverty for the privileged class: Discourses on detachment and deprivation on the pilgrimage to Santiago de Compostela. A case study in Brazil.
Measuring Identity: Indicators of Comparison of Real and Fictional Discourses on a Cultural Heritage City.
Sustainable identity. Tourism as opportunity or menace. Elaborating parameters for measuring sustainability of local identities. Proposals for a case study in Santiago de Compostela.
Ideological Meanings through Paratextual Repertoires: Eighteenth-Century Theatre in Portugal as a Case Study.
Mulher, nobre, ilustrada, dramaturga. Teresa de Mello Breyner no sistema literário em Portugal (1788-1795).


REGINA DA COSTA DA SILVEIRA

Animismo e tentação no conto Umas formas, de Guimarães Rosa.
A insólita criança divina em 'A menina de lá', de Guimarães Rosa.
BRASILEIRO, O. J. ; SILVEIRA, R. C. O Autor de Dentro da Obra de Erico Verissimo.
Memórias do lugar para o personagem Miguilim em Campo geral, de Guimarães Rosa.
Memórias do lugar para o personagem Miguilim em Campo Geral, de Guimarães Rosa.
Caminho da pedra: Mário Simon romancista e historiador.
Olhando para trás e em frente: perspectivas de viagens em Tutameia Terceiras Estórias, de João Guimarães Rosa.
O insólito na literatura e a cosmovisão africana.
Literatura e identidade no cordel: IDENTIDADE E MEMÓRIA CULTURAL NORDESTINA.
O realismo animista em Calendário do Medo de Carlos Carvalho.
Um sertanejo tão solto no cativeiro em 'Barra da Vaca', de João Guimarães Rosa.


REJANE PIVETTA DE OLIVERIA

Literatura e ética: notas para um diálogo que não se acaba.
OLIVEIRA, R. P. PELLIZZARO, Tiago . Literatura e sarau: implicações políticas.
A literatura e o comum: elementos para uma crítica política.
Rubens Figueiredo e as armadilhas autorrefletidas da literatura.
Performances da escrita na narrativa contemporânea: a voz do outro em Totonha?, de Marcelino Freire.
Favoritos do público: uma análise das práticas de leitura da comunidade virtual Skoob.
A literatura em tempos sombrios: ética, estética e política em Desonra, de J. M. Coetzee.
Marginalidade e resistência em Deus foi almoçar, de Ferréz.
Alessandro Buzo e o engajamento literário da periferia.
A igualdade da lei e a diferença da literatura: a narrativa marginal de Ferréz.
Literatura como ferramenta para pensar e intervir no mundo.


VALÉRIA BRISOLARA

A Language Autobiography: reconstruction of identity in Eva Hoffman's Lost in Translation
Influências culturais e identitárias no ensino/aprendizagem de língua inglesa como uma língua adicional no brasil
Identidade, cultura e linguagem no contexto da imigração alemã: análise do filme Walachai
http://periodicoscientificos.ufmt.br/index.php/pol... Romeo e Julieta de Shakespeare, revisitado por Zeffirelli e Luhrmann
Por conta própria, tradução comentada do conto 'On your Own' de Scott Fitzgerald
Pelas malhas e vagões da memória: uma análise de Ibiamoré, o trem fantasma
The importance of being a translator: analyzing one of Oscar Wilde’s most iconic plays
Reflexões sobre o exercício autoral em duas traduções de “The Nightingale and the Rose”
A memória é um lugar em que o tempo se derrama: uma análise de Leite derramado de Chico Buarque
Quanto mais você olha, menos você vê: Max e os Felinos de Moacyr Scliar e A Vida de Pi de Yann Martel


http://seer.uniritter.edu.br/index.php/nonada


http://seer.uniritter.edu.br/index.php/cenarios

Discentes/Egressos

Discentes

2017

ANDREA DENISE DE CAMARGO
ÁUREA MARIA BRANDÃO SANTOS
BIANCA DE LIMA REYS
BRUNA HELENA RECH ROCHA
DIELE MARTINS SILVEIRA
EVERSON PEREIRA DA SILVA
EVERTON SILVEIRA
FERNANDA GRUENDLING
GISELE SOARES VIEIRA
JOSIANE PATRICIA BRANDT
LETÍCIA GRANADO GROSS
LUCI ANA BESMINOFF ROMAN
LUCY MARIA DE OLIVEIRA BAPTISTA
MARCIA CRISTINA NEVES VOGES
MARCOS LAMPERT VARNIERI
MATHEUS FELIPE DA SILVA
MICHELLE CLAUDINO PIRES
RAFAEL CHAVES MARTINS
SIMONE LANCINI


Egressos

2016

ROSANA TERESINHA SILVA
DORIS HELENA DE LA ROCHA LADEIRA
GILBERTO LEAL DA FONSECA
ARTUR TEIXEIRA KOSACHENCO
ANA CLAUDIA BENNETT
ELISABETH SUMBERCKI WEISS
YORDANNA COLOMBO
MARISTELA RABAIOLLI
SANDRA MARIZA DE ALMEIDA SILVA
CRISTIANE RISSETTI TOFFANELLO
LILIA BARANSKI FERES
ANGELA KROETZ DOS SANTOS
TANIA REGINA SILVA DA SILVA

2015

ANA DENISE TEIXEIRA ANDRADE
MAURICIO BICUDO E SALVIA
ANAMARIA CANTARUTTI MARQUES
LUCIELE GONCALVES DA SILVA
ENIO CHAVES MONTEIRO
PATRICIA DE SOUZA BOTELHO
ELISABETE GUEDES DA SILVA
CRISTIANO MENDES MAJEWSKI
FABIANA KANAN OLIVEIRA
DEBORA JAEL DORNELES RODRIGUES VARGAS

2014

ANDREIA DOS SANTOS SACHETE
FABIO ANTONIO DIAS LEAL
RENATA SANTOS DE MORALES
OSMANDO JESUS BRASILEIRO
ANDRE TARRAGO MARTINS
ALEXANDRA MARLA MARQUES DA ROCHA
MARCOS VALTER EGGLER DOCKHORN
MIGUEL LOPEZ DA SILVEIRA
ROBERTO LUIS MEDINA PAZ
DENUSIA MOREIRA DE SOUZA

2013

VANESSA MIERES MACHADO
ALINE ISAIA SPLETTSTOSSER
ELIZABETH PORTANOVA MENDES RIBEIRO DA ROCHA
VERA LUCIA FLORES
FELIPE RASKIN CARDON
LUIS ALBERTO FLORES LUCINI
ANA PAULA CECATO DE OLIVEIRA
LORENA BRANDLI ZAMBON
HERCULES LUIZ VENZON
MARIA ARAUJO REGINATTO
GLAUCIR FERREIRA BORGES
ANGELA FRANCISCA MENDEZ DE OLIVEIRA
WALDEMBERG ARAUJO BESSA
KARINE MIRANDA CAMPOS
MARICE FIUZA GELETKANICZ

2012

JAIRO EDUARDO GOMES FREITAS RAMOS
KATHY REJANE PESTANA TORMA
ANA ELISA MARTINI PASCOTTINI
JULIA OLIVEIRA OSORIO MARQUES
VERA LUCIA FLORES –
SABRINA ORTÁCIO SANTOS
TAÍS CAROLINA LEVES PROCHNOW

2011

AMELINA SILVEIRA MARTINS
ANDREA DA SILVA AVANZE
CRISTIANE KRUMENAUER
DIRCE MARIA FAGUNDES GUIMARÃES
HELENA FRIEDRICH
KATIANE COVATTI E SILVA
MAÍRA BARBERENA DE MELLO
MANUEL CID JARDON
MICHELE CRISTINA JACOMINI RODRIGUES DIPP
MIRIAM TERESINHA PINHEIRO DA SILVA
ROSANE CONCEIÇÃO LEFEBVRE

2010

RENATA FERNANDES RODRIGUES
SANDRA MARY ALMEIDA MATTJIE
TÂNIA MARIA MANDIAL ROSA


Dissertações

Ana Claudia Bennett

Os efeitos do bilinguismo na memória de trabalho de jovens e adultos sul-brasileiros

Orientadora: Profª. Drª. Márcia Cristina Zimmer

ACERVO: 666994


Ana Denise Teixeira Andrade

A memória em A manta do Soldado - Lídia Jorge

Orientadora: Profª. Drª. Leny da Silva Gomes

ACERVO: 666106


Ângela Kroetz Dos Santos

Identidades entre línguas e culturas: vozes e olhares em Walachai

Orientadora: Profª. Drª. Valéria Brisolara

ACERVO: 666957.


Cristiane Rissetti Toffanello

O uso das tecnologias móveis sob a perspectiva do professor de língua inglesa

Orientadora: Profª. Drª. Márcia Cristina Zimmer

ACERVO: 666769


Elisabeth Sumbercki Weiss

A importância da disciplina na aprendizagem de L2 no CMPA

Orientadora: Profª. Drª. Marcia Zimmer

ACERVO: 666968


Lilia Baranski Feres

A cultura traduzida e a cultura em tradução: a literatura brasileira contemporânea na revista Granta

Orientadora: Profª. Drª. Valéria Silveira Brisolara

ACERVO: 666984


Maristela Rabaiolli

Indícios de autoria e marcas identitárias em textos nota mil do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem)

Orientadora: Profª. Drª. Valéria Brisolara

ACERVO: 666961


Sandra Mariza De Almeida Silva

Dom Casmurro e Memórias Póstumas de Brás Cubas: relações entre resenhas na comunidade virtual SKOOB e a crítica acadêmica

Orientadora: Profª. Drª. Rejane Pivetta de Oliveira

ACERVO: 666958


Tânia Regina Silva Da Silva

Memória e Velhice: das histórias às estórias de velhos em João Guimarães Rosa

Orientadora: Profª. Drª. Regina da Costa da Silveira

ACERVO: 666417


Yordanna Colombo

Estereótipos femininos no agronegócio brasileiro: uma análise bakhtiniana de enunciados da Globo Rural

Orientadora: Profª. Drª. Neiva Maria Tebaldi Gomes

ACERVO: 666990

Adriana da Cruz Diniz

Título da dissertação: O ato de ler no Ensino Fundamental: da construção de sentidos à constituição do sujeito leitor

Orientadora: Profª. Drª. Noeli Reck Maggi

ACERVO: 665602


Anamaria Cantarutti Marques

O olhar do professor e a relação de alteridade na sala de aula

Orientadora: Profª. Drª. Noeli Reck Maggi

ACERVO: 665598


Cristiano Mendes Majewski

Estratégias de produção de escrita argumentativa em turma de 9º ano: o livro didático como ponto de partida

Orientadora: Profª. Drª. Neiva Maria Tebaldi Gomes.

ACERVO 558767


Débora Jael Dorneles Rodrigues Vargas

O animismo em Lueji, o nascimento de um império

Orientadora: Profª. Drª. Regina da Costa da Silveira

ACERVO 558757.


Elisabete Guedes da Silva

Propostas de produção textual em livros didáticos: uma análise enunciativa

Orientadora: Profª. Drª. Neiva Maria Tebaldi Gomes

ACERVO: 559143. ACESSO RESTRITO.


Ênio Chaves Monteiro

As Ophélias de Shakespeare, Millais e Von Trier: signo, figura, tropo e ideologia

Orientadoras: Profª. Drª. Vera Lucia Pires e Profª. Drª. Dinorá Moraes de Fraga (coorientadora)

ACERVO: 559214


Fabiana Kanan Oliveira

As influências identitárias e culturais no aprendizado da língua inglesa

Orientadora: Profª. Drª. Valéria Silveira Brisolara


Luciele Gonçalves da Silva

Interferência de fatores culturais da sociedade contemporânea na adaptação do conto de fadas para o cinema

Orientadora: Profª. Drª. Rejane Pivetta de Oliveira

ACERVO: 559710.


Maurício Azevedo Campos

A influência do texto jornalístico digital sobre o texto jornalístico impresso

Orientadora: Profª. Drª. Dinorá Moraes Fraga

ACERVO: 666083


Maurício Bicudo e Sálvia

Proposta reflexiva sobre competências docentes amparadas pelo uso de storytelling como dispositivo de mediação

Orientadora: Profª. Drª. Neiva Tebaldi Gomes

ACERVO: 559912


Patrícia de Souza Botelho

Processo de Ensino-Aprendizagem do Ensino Médio em Localidades Rurais do Município de Alegrete

Orientadora: Profª. Drª. Leny da Silva Gomes

ACERVO: 559960

André Tarragô Martins

A forma e o sentido em textos jornalísticos: uma possível análise benvenistiana do gênero manchete

Orientadora: Profª. Drª. Vera Lúcia Pires


Denúsia Moreira de Souza

Recursos eletrônicos digitais em livros didáticos de Língua e Literatura do Ensino Médio

ACERVO: 556552


Eva Esperança Guterres Alves

Na teia do silêncio: representações na história e na literatura

Orientadora: Profª. Drª. Regina da Costa da Silveira

ACERVO: 443510


Fábio Antonio Dias Leal

O que não se arrazôa nem se intruge: uma travessia pelos campos mínimos de Tutaméia

Orientador: Profª. Drª. Regina da Costa da Silveira

ACERVO: 558865


Miguel López da Silveira

Política estética em Doutor Fausto, de Thomas Mann

Orientadora: Profª. Drª. Rejane Pivetta de Oliveira

ACERVO: 557250


Roberto Luis Medina Paz

O livro das Ignorãças de Manoel de Barros: autoria e poesia

Orientadora Profª. Drª. Valéria Brisolara

ACERVO: 557240

Ana Paula Cecato de Oliveira

Literatura infantil e o pensamento por imagens: a experiência sensível da linguagem na infância

Orientadora: Profª. Drª. Rejane Pivetta de Oliveira

ACERVO: 554192


Ângela Francisca Mendez de Oliveira

Atuação cultural de jovens escritores na cena literária de Porto Alegre: o caso Daniel Galera

Orientadora: Profª. Drª. Rejane Pivetta de Oliveira

ACERVO: 554338


Glaucir Ferreira Borges

Nenhum de Nós: interações estético-culturais com a América Latina

Orientadora: Profª. Drª. Rejane Pivetta de Oliveira

ACERVO: 554195


Helena Leite Pinto

“Que inglês eu falo, afinal?” – Perspectivas de alunos e de professores de uma escola de idiomas em Porto Alegre

Orientadora: Profª. Drª. Valéria Silveira Brisolara

ACERVO: 554331


Hércules Luiz Venzon

Linguagem do jogo de futebol: a leitura dos analistas

Orientadora: Profª. Drª. Noeli Reck Maggi

ACERVO: 554193


Jairo Eduardo Gomes de Freitas Ramos

O gênero discursivo na esfera militar do Exército Brasileiro

Orientadora: Profª. Drª. Vera Lucia Pires

ACERVO: 554335


Karine Miranda Campos

A paratextualidade e os mitos: uma questão identitária na novela O Assobiador, de Ondjaki

Orientadora: Profª. Drª. Regina da Costa da Silveira

ACERVO: 554323


Lorena Brandli Zambon

O processo inferencial na compreensão textual

Orientadora: Profª. Drª. Marlene Gonçalves Mattes


Luis Alberto Flores Lucini

Corpo: interface do desejo com a aprendizagem

Orientadora: Profª. Drª. Noeli Reck Maggi

ACERVO: 556555.


Marice Fiuza Geletkanicz

O projeto arquitetônico em Luna Clara e Apolo Onze: uma organização criativa de vozes

Orientadora: Profª. Drª. Neiva M. Tebaldi Gomes

ACERVO: 554190


Marines Boncoski Brizola

(Im)possibilidade(s)do método fonovisuoarticulatório na aquisição de leitura e escrita por alunos de inclusão da EJA

Orientadora: Profª. Drª. Marlene Gonçalves Mattes


Vanessa Mieres Machado (ingresso em 2007)

Um estudo da argumentatividade de votos do gênero jurídico acórdão


Waldemberg Araújo Bessa

Gíria: uma perspectiva de uso em sala de aula

Orientadora: Profª. Drª. Valeria Brisolara

ACERVO: 554332


Ana Elisa Martini Pascottini

A mediação e a zona do desenvolvimento proximal em disciplina compartilhada: um estudo em educação

Orientadora: Profª. Drª. Noeli Reck Maggi

ACERVO: 554197. ACESSO RESTRITO.


Kathy Rejane Pestana Torma

O trabalho colaborativo na aprendizagem de inglês como língua adicional com alunos com necessidades educativas especiais

Orientadora: Profª. Drª. Valéria Silveira Brisolara

ACERVO: 554334


Vera Lúcia Flores

Em outras palavras: o ensino/a aprendizagem da língua asicional na idade adulta

Orientadora: Profª. Drª. Valéria Silveira Brisolara


Taís Carolina Leves Prochnow

A noção de autoria: contraposições literárias e jurídicas

Orientadora: Profª. Drª. Rejane Pivetta de Oliveira

Amelina Silveira Martins

A abordagem da cultura em materiais didáticos de língua portuguesa para estrangeiros

Orientadora: Profª. Drª. Beatriz Fontana

ACERVO: 549698.


Andrea da Silva Avanze

Título da dissertação: O professor alfabetizador na era do Homo Zappiens

Orientadora: Profª. Drª. Regina da Costa da Silveira

ACERVO: 549608


Cristiane Krumenauer

Memória, imaginação e narração: Nas tuas mãos, de Inês Pedrosa

Orientadora: Profª. Drª. Rejane Pivetta de Oliveira

ACERVO: 548948


Dirce Maria Fagundes Guimarães

Título da dissertação: Sobre a mediação docente nos primeiros anos do Ensino Fundamental: um estudo sobre a formação de conceitos em Vygotsky

Orientadora: Profª. Drª. Noeli Reck Maggi

ACERVO: 447939


Helena Friedrich

Título da dissertação: Habitante das falahas subterrâneas, de Ana Paula Maia, em diálogo com o Apanhador no campo de centeio, de J. D. Salinger

Orientadora: Profª. Drª. Leny da Silva Gomes

ACERVO: 446035


Katiane Covatti e Silva

Título da dissertação: A Lei da Ficha Limpa e os padrões de acesso: da criação à repercussão à luz da Análise Crítica do Discurso

Orientadora: Profª. Drª. Beatriz Fontana

ACERVO: 552301 APENAS RESUMO E SUMÁRIO.


Maíra Barberena de Mello

Interações e a produção oral em língua adicional em uma escola pública

Orientador: Profª. Drª. Beatriz Fontana

ACERVO: 447954


Manuel Cid Jardon

Título da dissertação: A intertextualidade na construção das decisões judiciais trabalhistas

Orientadora: Profª. Drª. Vera Lúcia Pires

ACERVO: 549624


Michelle Cristina Jacomini Rodrigues Dipp

Título da dissertação: Ideologia e relações dialógicas: uma proposta de análise discursiva de textos jornalísticos

Orientadora: Profª. Drª. Neiva Maria Tebaldi Gomes

ACERVO: 549612


Miriam Teresinha Pinheiro da Silva

Um estudo das representações de alteridade na relação professor-aluno no EJA no Ensino Fundamental

Orientadora: Profª. Drª. Noeli Reck Maggi


Rosane Conceição Lefebvre

Produção de narrativa pessoal: uma análise enunciativa

Orientador: Profª. Drª. Neiva M. Tebaldi Gomes


Rose May Nacul Berthier

A crônica jornalístico-literária: um estudo dos estratos textuais

Orientador: Profª. Drª. Neiva Maria Tebaldi Gomes

Renata Fernandes Rodrigues

Crenças e aprendizado de línguas: o caso de alunos particulares de inglês

Orientadora: Profª. Drª. Beatriz Fontana


Sandra Mary Almeida Mattjie

Crenças de professores e alunos de escolas de comunidade bilíngue sobre o processo de ensino e aprendizagem de inglês

Orientadora: Profª. Drª. Noeli Reck Maggi


Tânia Maria Mandial Rosa

Identidade e alteridade em leituras de Guimarães Rosa e Mia Couto: sujeitos-leitores em fase escolar

Orientadora: Profª. Drª. Leny da Silva Gomes

ACERVO: 443528

Processo Seletivo

O Programa realiza processo seletivo mediante edital, aberto anualmente. A seleção dos candidatos é feita mediante os seguintes instrumentos:

  • Prova escrita, conforme a bibliografia básica divulgada na página eletrônica do Programa
  • Currículo Lattes/CNPq
  • Entrevista
  • Memorial descritivo, com explicitação do tema da pesquisa que o candidato deseja desenvolver

A seleção dos candidatos é realizada por comissão especialmente designada pelo Colegiado do Programa de Pós-Graduação em Letras para este fim. A nota final do processo seletivo é calculada pela soma dos resultados de cada um dos instrumentos de avaliação, de acordo com os seus respectivos pesos (prova escrita, peso 7; currículo, entrevista e memorial, peso 1 cada um dos instrumentos). São considerados aprovados os candidatos que alcançam a média 7,0 ou nota superior. A classificação será feita pela ordem decrescente das notas finais dos aprovados. São selecionados aqueles candidatos que, pela ordem de classificação, preencherem o número de vagas oferecidas. Caso restem vagas remanescentes, o Programa poderá lançar Edital Complementar de Seleção.


Resultado da Seleção Docente
LISTA DOS APROVADOS 2017
EDITAL PROCESSO SELETIVO DISCENTE 2017
Edital Complementar Processo Seletivo Discente 2017
FORMULÁRIO DE INSCRIÇÃO PROCESSO SELETIVO
FORMULÁRIO DE ALTERAÇÃO DE INSCRIÇÃO PROCESSO SELETIVO


Processo Seletivo Docente

Edital Cadastro de Professores PPG 2017

Última edição: 19/01/2017 13:47:51

QUEM VIU ESSE CURSO TAMBÉM VIU...

Mestrado em Arquitetura e Urbanismo

Conhecer

Mestrado em Design

O Curso de Mestrado em Design — UniRitter investiga a inovação em pesquisas e estudos em Design. A área de concentraçãoDesign, Educação e Inovação visa ao destaque da...

Conhecer

Mestrado em Direito

Mestrado acadêmico em Direito com área de concentração em Direitos Humanos

Conhecer