Notícias

Professor da UniRitter concorre ao prêmio AGES Livro do Ano

Obra “A bandeira do elefante e da arara” concorre na categoria literatura juvenil

Professor do curso de Design de Games da UniRitter, Christopher Kastensmidt está concorrendo ao prêmio AGES Livro do Ano, promovido pela Associação Gaúcha de Escritores. A obra “A bandeira do elefante e da arara” compete na categoria literatura juvenil com outros dois finalistas. O vencedor será anunciado no dia 5 de agosto, em uma cerimônia no auditório Barbosa Lessa, do Centro Cultural Érico Veríssimo.

“São dois grandes autores e é uma honra ser indicado na mesma categoria”, disse Kastensmidt sobre os autores que também disputam o prêmio, Caio Ritter e Doralino Souza da Rosa. O professor e escritor, que veio do Texas (EUA) e mora no Brasil há 10 anos, já foi sócio-diretor da empresa gaúcha de games Southlogic Studios, que foi vendida para a multinacional Ubisoft Entertainment. Ele descreve o seu livro como "mosquetes e magia" por se tratar de um mundo onde as armas de fogo atuam ao lado de criaturas e poderes sobrenaturais. “É um livro de fantasia ambientada no Brasil Colônia do século XVI e todos os seus elementos são inspirados em lendas nacionais”, explica.

Foram sete anos produzindo os contos que geraram a obra final publicada em 2014 pela editora Devir. De acordo com Christopher, o livro já foi adaptado para revista em quadrinhos. Até o final deste ano será lançado um livro de RPG e um jogo de tabuleiro. As histórias já receberam versões em inglês, chinês, espanhol, holandês, tcheco e romeno: “Continuo sendo escritor e roteirista. Neste momento, atuo como roteirista de dois games e um desenho animado”.


Em 2017, o prêmio será um troféu criado pela artista Lília Manfrói. Além disso, o livro mais votado, independente da categoria, receberá mil reais da AGES, em parceria com o Sindicato dos Trabalhadores do Judiciário Federal do RS (Sintrajufe-RS). Os vencedores são definidos pelos sócios da Associação.



(Colaboração: Brenda Aurelio/Agência INQ)

Compartilhe: